quinta-feira, 16 de junho de 2016

Citado em delação, ministro Henrique Alves deixa cargo


O ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), pediu demissão do cargo. Alves foi citado na delação premiada do ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado e acusado de ter recebido R$ 1,5 milhão em propina.O político é o terceiro ministro do governo interino de Michel Temer (PMDB) a deixar o cargo.

Em maio, então ministro do Planejamento do governo, Romero Jucá (PMDB-RR) comunicou que iria selicenciar do cargo. Segundo a BandNews, o anúncio foi feito logo após gravações obtidas pela Procuradoria-Geral da República apontarem que o ministro sugeriu um pacto para deter a Operação Lava Jato.

No mesmo mês, Fabiano Silveira deixou o comando do Ministério da Transparência, Fiscalização e Controle. Outro áudio da delação de Sérgio Machado revelou o ministro à epoca criticando a atuação da Procuradoria Geral da República na Operação Lava Jato.