sábado, 25 de junho de 2016

De volta à TV, Mister M. revela doença “terminal”: ‘Os médicos disseram que tinha só um ano de vida.’


Sucesso no fim dos anos 1990 por causa do quadro no “Fantástico”, Mister M. poderá ser visto novamente no canal Viva. Val Valentino, o homem por trás da máscara, conta que a atração na qual revela alguns truques dos mágicos ainda conquista muita audiência por onde passa.

– O programa é interessante, divertido e feito para toda família. Ele também é atemporal. A atração se torna viciante mesmo quando você já viu diversas vezes. Existe ainda a nova geração, que não teve a oportunidade de assistir e, agora, pode. A produção continuará a inspirar e a criar mais mágicos – conta ele, que é americano.

Quando foi exibido no Brasil, o quadro causou polêmica. Mágicos se mobilizaram para impedir que os truques fossem revelados. Valentino também sofreu diversas ameaças.

– Vejo que todas as intimidações vieram de almas perdidas, que só precisam de amor e orientação. Primeiro, eu fui perseguido, mas agora sou considerado um herói para a arte da mágica.

No início, sua identidade era preservada a sete chaves, mas depois Valentino resolveu remover a máscara. O mágico conta que sabia do risco que estava correndo:

– Tinha noção de que minha vida poderia estar em risco. Mas o que me manteve positivo foi a minha convicção do que o que eu estava fazendo era para melhorar a mágica e a humanidade.

Valentino conta que ainda recebe muitas mensagens, incluindo de brasileiros, e revela qual o truque que mais pedem para ser revelado:

– “Como posso fazer o meu marido desaparecer?” ou “Você pode fazer minha esposa desaparecer?” – brinca.

Valentino também falou do desejo de morar no Brasil algum dia.

– Estou interessado em visitar os jovens das favelas daí. Gostaria de ensinar mágica, artes, cultura, inspirá-los. E o mais importante: falar que os sonhos podem se tornar realidade. Atualmente, estou trabalhando num projeto semelhante em East Los Angeles, onde eu cresci.

O mágico também tem se dedicado aos cuidados com sua saúde. Ele conta que há mais de um ano soube que tinha uma doença terminal. Mas ele prefere não dar muitos detalhes sobre o assunto.

– Os médicos me deram apenas um ano de vida, mas eu ainda estou aqui e isso é incrível – limita-se a dizer.

Ele acrescenta que quer voltar a se apresentar:

– Eu sigo com o meu destino: de trazer esperança, paz e felicidade para o mundo. Mesmo que seja uma pessoa de cada vez. Estou planejando fazer minha última turnê. Poderá ser, eventualmente, com poucos shows. Ou apenas um, ou até nenhum. Vai depender do meu estado de saúde. Na apresentação, eu quero revelar algumas mágicas, mas existem elementos que deixarão o público maravilhado, mantendo o mistério vivo.