sexta-feira, 17 de junho de 2016

Ex-vice-presidente da Caixa escondeu a família no exterior quando decidiu fazer delação; citou Cunha e Henrique

Fábio Cleto, ex-vice-presidente da Caixa, escondeu a família no exterior quando decidiu fazer delação premiada na Lava Jato. Teme retaliações. Na delação, ele detalhou propina para Eduardo Cunha e também citou o ex-ministro Henrique Eduardo Alves.

Coluna do Estadão, por Andreza Matais e Marcelo de Moraes