terça-feira, 14 de junho de 2016

Fátima Bezerra pede que Congresso aprove projetos contra a discriminação


A senadora Fátima Bezerra (PT-RN) lamentou, nesta segunda-feira (13), o tiroteio na boate gay, ocorrido em Orlando (EUA) neste final de semana. De acordo com a senadora, o atentado é fruto de uma cultura de intolerância que aumenta no país e no mundo a cada dia.

Ela afirmou que o crime representa todos os atentados diários que presenciamos contra os direitos humanos, entre eles, o machismo, o racismo e a homofobia. A senadora destacou a necessidade de serem aprovados, no Congresso, projetos de lei que venham promover a dignidade humana e combater qualquer forma de discriminação.

— Esse crime é um atentado a todos nós, defensores dos direitos humanos, que achamos que as diversidades devem ser acolhidas e os direitos de todos, independente de cor de pele, gênero, orientação sexual e religião, devem ser respeitados.

Fátima Bezerra ainda lamentou que o presidente em exercício Michel Temer esteja caminhando na contramão do combate à violência ao extinguir o ministério das Mulheres, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos.