sábado, 25 de junho de 2016

Japi: tradição das fogueiras na véspera de São João


Devido a tantas fogueiras acesas simultaneamente na véspera de São João, na última quinta-feira (23), as ruas de Japi ficaram tomadas pela fumaça.

Quem passava tinha dificuldade de respirar, mas não havia reclamações, pois se tratava de uma tradição onde muitas famílias preparam suas fogueiras ainda durante o dia para pôr o sagrado fogo de São João e fazer simpatias.

O município ainda mantém viva a tradição e as fogueiras não deixam de dar o brilho e o encanto da festa.

Muito mais que um ato de tradição nordestina, o acender da fogueira retrata o cunho religioso da comemoração ao dia 24 e à sua véspera. Nas Escrituras Sagradas da Igreja Católica, conta-se que quando João Batista nasceu, sua mãe Isabel encheu a cidade de fogueiras.

Ele, primo de Jesus Cristo – que inclusive o batizou -, mais tarde se tornaria santo profeta. E, portanto, as fogueiras acesas em seu dia são uma reverência.

Parabéns aos moradores de Japi que preservam esta tradição cultural e religiosa.