quarta-feira, 22 de junho de 2016

RN tem 435 casos suspeitos de microcefalia

O mais recente boletim divulgado pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (CIEVS) da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) revela a notificação de 435 casos de microcefalia, relacionados a infecções congênitas, distribuídos em 85 municípios do Rio Grande do Norte. Do total de notificações, 113 foram confirmados, 256 estão sob investigação e 63 foram descartados. Em relação à semana epidemiológica anterior houve aumento de 1 caso suspeito e o número de confirmados não foi alterado.

Entre os casos notificados, 323 são de nascimentos ocorridos em 2015, 98 são de nascimentos ocorridos até a semana epidemiológica nº 24, terminada em 17/06/2016, quatro foram de nascimentos ocorridos em 2014 e os demais estão entre os abortos e pré-natal. Os três municípios com mais casos confirmados são: Natal (31), Parnamirim (8) e Ceará-Mirim (7).

Do total de casos notificados, 4,1% (18/435) evoluíram para óbito após o parto ou durante a gestação (abortamento espontâneo ou natimorto). Segundo a classificação, 33% permanecem em investigação e 67% foram investigados e confirmados. Dos óbitos confirmados, 7 apresentaram resultado de exame de imagem com presença de alterações típicas indicativas de infecção congênita, e 5 foram confirmados por critério clínico-laboratorial – com identificação do vírus zika a partir de amostras provenientes de dois casos de abortamento e dois recém-nascidos.