segunda-feira, 13 de junho de 2016

TCU vai apurar recebimento do Bolsa Família por servidores da Assembleia Legislativa do RN


O Ministério Público do RN representou ao Tribunal de Contas da União (TCU) sobre o recebimento de verbas do Programa Bolsa Família por 32 servidores com vínculos com a Assembleia Legislativa do RN.

Através do cruzamento de dados constatou-se que os favorecidos têm ou tiveram vínculo empregatício com a Assembleia e possuíam ou possuem renda mensal por pessoa acima do valor permitido, que é de até R$ 77,00 – ou renda por pessoa entre R$ 77,01 e R$ 154,00, que possuam pelo menos um integrante da família entre 0 e 17 anos de idade.

Recentemente, o MPF identificou irregularidades no pagamento do Bolsa Familia em todo o país, que alcançam R$2,5 bilhões e abrangem aproximadamente um milhão e quatrocentos mil beneficiários.