sexta-feira, 8 de julho de 2016

Aliados de Dilma dizem contar com 36 votos contra impeachment

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva deixou Brasília ontem ciceroneado pelo senador Roberto Requião (PMDB-PR) após contato com senadores aliados

Pode estar blefando, ou caiu no conto dos ‘aliados’, a exemplo do que ocorreu na Câmara dos Deputados. Diz contar com 36 votos pró-Dilma no plenário. Seriam suficientes para barrar o impeachment.

Já o grupo de Michel Temer calcula 60 votos por baixo para a manutenção do peemedebista no Poder.