sábado, 23 de julho de 2016

Atentado em passeata no Afeganistão mata 80 e fere 231


O Número de mortos no ataque terrorista suicida deste sábado em Cabul, capital do Afeganistão, durante uma passeata da minoria étnica hazara, reivindicado pelo Estado Islâmico (EI), subiu para 80, e o de feridos, para 231, informou o Ministério do Interior do país.

Embora a maioria das vítimas seja de civis, entre elas também há “um número de membros das forças de segurança” que faziam a escolta da manifestação, segundo um comunicado da pasta.

“De acordo com as informações iniciais, três suicidas com bombas cometeram o ataque. Um detonou seu colete explosivo, o segundo falhou em sua tentativa de explodí-lo e o terceiro foi morto pelas forças de segurança afegãs”, disse o Ministério.

Na mensagem pela qual assumiu a autoria do ataque, divulgada por sua agência de notícias, a “Amaq”, o Estado Islâmico alegou que dois de seus combatentes “detonaram coletes com explosivos em uma concentração de xiitas na região de Dehmazang, em Cabul”.

O presidente do Afeganistão, Ashraf Ghani, confirmou em comunicado que entre os mortos e feridos há “membros das forças de segurança e defesa”, sem dar mais detalhes.