quinta-feira, 14 de julho de 2016

Brasileiro do Estado Islâmico planejava ataque nas Olimpíadas


Um membro brasileiro do Estado Islâmico teria a intenção de atacar a delegação francesa durante as Olimpíadas do Rio de Janeiro, que acontecem entre 5 e 21 de agosto.

A informação foi obtida em um relatório da inteligência do governo do país europeu divulgado nesta quarta-feira.

De acordo com o documento do serviço secreto da França, o chefe da Direção de Inteligência Militar (DRM), general Christophe Gomart, disse ao deputado Georges Fenech que um membro brasileiro do grupo extremista estaria prestes a cometer atentados.

Não há informações sobre a identidade desse brasileiro ou o que foi feito a respeito no relatório, que diz respeito a uma audiência da comissão parlamentar que investiga ataques terroristas na França em 2015. A informação teria sido obtida por Gomart “através de parceiros”. 

Perigo

Em abril, a Agência Brasileira de Inteligência (Abin) elevou o risco de ataque terrorista para o período dos Jogos por conta do “aumento de brasileiros seguidores do Estado Islâmico”.

Ataques terroristas em eventos esportivos mundiais não são novidade. Desde as Olimpíadas de Munique, em 1972, quando 11 jogadores israelenses foram mortos pelo grupo terrorista palestino Setembro Negro, houve ameaças e outros ataques em diversas ocasiões. Isso inclui a explosão de uma bomba em Atlanta nas Olimpíadas de 1996, que resultou em duas mortes.