quarta-feira, 6 de julho de 2016

Empresas podem se inscrever para recuperação judicial da Oi


A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) está procurando empresas que tenham interesse em ser administradoras judiciais no processo sobre o pedido de recuperação judicial do Grupo Oi. O aviso sobre a consulta dos interessados foi publicado no Diário Oficial da União da terça-feira (5).

Empresas interessadas em participar devem preencher um questionário disponível no site da Anatel até a próxima sexta-feira (8). O administrador judicial tem a função de fiscalizar as atividades do devedor e o cumprimento do plano de recuperação judicial acordado.

Segundo determinação da justiça, a Anatel terá que indicar até cinco nomes de pessoas jurídicas com idoneidade e expertise para serem avaliados para nomeação como administrador judicial do caso Oi.

No mês passado, a empresa ingressou com pedido de recuperação judicial que inclui dívidas de R$ 65,4 bilhões. A recuperação judicial é uma medida para evitar a falência adotada por uma empresa quando ela perde a capacidade de pagar suas dívidas.