quarta-feira, 20 de julho de 2016

Gastos do governo federal com publicidade aumentaram 65% em 2016


Com dois presidentes diferentes, nos seis primeiros meses de 2016 o governo federal bateu picos de gastos com publicidade. As despesas com propaganda passaram de R$ 234,1 milhões no primeiro semestre de 2015 para R$ 386,5 milhões no mesmo período deste ano. O aumento é de 65% de um ano para o outro.

Os picos de desembolso aconteceram exatamente no mês que antecedeu a saída de Dilma Rousseff e no mês posterior à posse do presidente interino Michel Temer. Em abril foram destinados R$ 79,9 milhões para a despesa, 98% a mais do que no mesmo mês do ano passado. Já em junho foram pagos R$ 82,1 milhões com publicidade, valor cerca de 50% superior ao de 2015.

O levantamento foi realizado pelo Contas Abertas com base nos recursos pagos no período (pagamentos do ano mais os restos a pagar). Os valores são correntes. Os dados consideram os gastos com publicidade de utilidade pública, institucional, legal e mercadológica.