terça-feira, 5 de julho de 2016

Justiça de São Paulo apura tumulto entre corintianos e flamenguistas

O Juizado Especial do Torcedor do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP) instaurou processo para investigar a conduta de 23 corintianos que teriam preparado emboscada contra flamenguistas no último domingo (3), momentos antes do início da partida entre as duas equipes, válida pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro de futebol.

De acordo com o TJSP, o confronto não acorreu porque a Polícia Militar avistou os torcedores corintianos se dirigindo ao local onde estavam os do Flamengo, e os deteve. “Não houve resistência e não foram apreendidas armas ou quaisquer outros objetos que pudessem ser utilizados em brigas. Foi, então, lavrado um termo circunstanciado, e os envolvidos encaminhados ao Juizado do Torcedor Itinerante, instalado dentro da Arena Corinthians”, diz nota divulgada pelo tribunal.

Dos 23 torcedores envolvidos, 17 foram afastados por seis meses das partidas de futebol das quais o Corinthians participe e irão prestar serviços comunitários no Instituto Médico-Legal e no Corpo de Bombeiros. Seis corintianos se recusaram a fazer o acordo e vão responder a processo.