sexta-feira, 29 de julho de 2016

La Ninã deve ocorre no terceiro semestre do ano

O fenômeno meteorológico de “La Niña” – oposto ao “El Niño”, que teve devastadores efeitos em distintas zonas do mundo entre 2015 e os primeiros meses de 2016 – ocorrerá provavelmente no terceiro trimestre deste ano, mas sua intensidade será menor do que em algumas ocasiões anteriores.

Segundo informou nesta quinta-feira a Organização Mundial da Meteorologia (OMM), há entre 50% e 65% de probabilidade de “La Niña” ocorrer antes dos três últimos meses do ano. Por outro lado, a organização afirmou que também não terá uma intensidade comparável ao “El Niño” deste ano, um episódio que a OMM assegura que é “improvável” que volte a acontecer.

“Temos que esperar para ver como se desenvolve o fenômeno nos próximos meses, já que embora o oceano esteja preparado para ‘La Niña’, a atmosfera parece que ainda não”, disse em entrevista coletiva o chefe da Divisão de Serviços e Aplicações do Clima Mundial da OMM, Rupa Kumar Kolli.