domingo, 31 de julho de 2016

Prass confirma corte, e CBF consulta Fifa para convocar jogador fora de lista


Fernando Prass está fora da Olimpíada. Em suas redes sociais, o goleiro confirmou que sofreu uma fratura no cotovelo direito e não poderá disputar os Jogos. Ele realizou exame na noite deste domingo, após sofrer a lesão no aquecimento para o duelo com o Japão, à tarde, no estádio Serra Dourada. Logo depois, a CBF, em nota oficial, também confirmou o corte.

– Me empenhei muito para realizar o sonho de ser jogador da seleção brasileira. Mas, infelizmente, não será dessa vez. O exame realizado hoje apontou uma fratura no cotovelo e não poderei disputar a Olimpíada. Vou me cuidar e voltar ainda mais forte para defender o Palmeiras e quem sabe a Seleção novamente. Agradeço a torcida e o carinho de todos – escreveu Prass.

Para o lugar de Prass, a CBF pretende convocar um jogador que não está na pré-lista com 35 nomes e tem idade acima de 23 anos. A entidade fez uma consulta à Fifa para saber a possibilidade de substituição. Há um precedente nesta Olimpíada – Portugal foi autorizado a fazer mudança semelhante devido às dificuldades com vetos dos clubes.

– Já fizemos uma consulta à Fifa, por se tratar de um jogador acima de 23 anos, do procedimento que vamos tomar – disse Erasmo Damiani, coordenador de base da CBF.

Entre os 35 nomes listados, estão três goleiros: Jean, do Bahia, Jordi, do Vasco, e Alisson, do Roma. O primeiro também é um dos quatro suplentes escolhidos para alterações a partir do início da Olimpíada. Até o dia 3 de agosto, a CBF pode substituir Prass por qualquer nome da pré-lista – mas tenta a liberação para buscar um jogador fora desta relação.