terça-feira, 26 de julho de 2016

Sequestradores exigem R$120 milhões de resgate pela sogra brasileira de Ecclestone


A sogra brasileira do influente empresário Bernie Ecclestone, 85, Aparecida Schunck, foi sequestrada na sexta-feira (22) à noite, no bairro de Interlagos, em São Paulo, e os bandidos pedem um resgate de R$120 milhões para libertá-la com vida. Aparecida é mãe de Fabiana Flosi, 38, casada desde 2012 com Ecclestone, “dono” da Fórmula 1.

Fabiana e Bernie se conheceram em 2009, quando ela trabalhava na organização do Grande Prêmio do Brasil. A notícia do seqüestro foi divulgada pela revista Veja. Em 2010, Ecclestone, dono de uma fortuna avaliada em quase R$8 bilhões, se divorciou durante um rumoroso processo ao final do qual concordou em pagar R$1,7 bilhão à ex-mulher Slavica Radic uma ex-modelo croata com quem viveu por 25 anos. Fabiana se casou com Ecclestone em Gstaad, na Suíça. O resgate de R$120 milhões torna esse sequestro o maior já ocorrido no Brasil.