quinta-feira, 7 de julho de 2016

Terrorista sírio foi localizado na Venezuela, diz jornal argentino


O terrorista sírio Jihad Ahmad Deyab, ex-presidiário de Guantánamo, em Cuba, foi localizado na Venezuela, segundo o La Nacion. De acordo com o jornal argentino, a informação foi de um programa de televisão local.

Nesta quarta-feira, numa apresentação do plano de segurança para a Olimpíada, no Comando Militar do Leste, o ministro da Justiça, Alexandre Moraes, afirmou que não havia nenhum indício de que o sírio estive no Brasil. Na terça-feira, o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, confirmou que o governo brasileiro procurava por Deyab.

Segundo Moraes, Deyab deixou o Uruguai, onde estava fixado, e o país vizinho emitiu alerta para Brasil, Argentina e outros da América do Sul informando que não tem conhecimento do paradeiro do terrorista.

Deyab atuou em operações terroristas da al-Qaeda na África e foi recrutador do grupo na Europa. De acordo com um comunicado de alerta da Avianca, do último dia 1º, com base em informações da Divisão de Antiterrorismo da Polícia Federal, a presença de Deyab no Brasil deve ser informada “imediatamente” à PF. A companhia aérea afirma ainda que o procurado, de 45 anos, tem dificuldades de locomoção e usa muletas.