quinta-feira, 4 de agosto de 2016

A gente tem que ter muito saco

Vida triste, esta de analista político. O sujeito ser obrigado a sentar diante do computador para analisar comportamentos e atos dos chamados homens públicos, é tarefa por demais árdua e desgastante.

No passado até que não era, pois naquele tempo os políticos não ficavam pulando de galho em galho, nesse troca-troca infernal.

Agora é diferente. Uma misturada da peste. Vemos figurões virar a casaca sem a menor cerimônia. Ou melhor, falta de vergonha.
.
Durma-se com um barulho desses. Nós que ficamos de longe só observando, temos ainda por cima de virar psicólogos para analisar o humor e o comportamento dessa turma.

Dá pra mim não. Tem que ter muito saco.