segunda-feira, 8 de agosto de 2016

COI anuncia que não irá tolerar cartazes políticos em arenas


O Estado de S.Paulo

Os organizadores da Rio-2016 e o COI anunciam que não irão tolerar cartazes políticos por torcedores nos locais de disputas esportivas. Se uma pessoa insistir em levantar um placa, será “gentilmente retirado” do local. “Queremos arenas limpas”, declarou Mario Andrada, diretor de Comunicações da Rio-2016.

Nos últimos dias, manifestantes conseguiram entrar nas arenas com cartazes com mensagens políticas. Ele, porém, indica que vaias e cantos com conteúdos políticos serão tolerados. “Se isso não fosse aceito, metade do Maracanã teria sido esvaziado”, declarou Andrada, numa alusão à vaia recebida pelo presidente em exercício Michel Temer na cerimônia de abertura dos Jogos.

A decisão é baseada numa interpretação do decreto de lei olímpica assinado por Dilma Rousseff em 10 de maio de 2016, dois dias antes de seu afastamento, conforme o Estado revelou em sua edição de 30 de julho.