segunda-feira, 29 de agosto de 2016

Cunha diz que processo de impeachment é legítimo e que Dilma é “mentirosa”


O ex-presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), divulgou nota pública na noite de hoje (29) para rebater as acusações da presidenta afastada Dilma Rousseff que disse, em interrogatório no Senado, ser ele o culpado por seu impeachment “golpista”.

Na nota, Cunha diz que “a presidente afastada segue mentindo contundentemente, visando a dar seguimento ao papel de personagem de documentário que resolveu exercer, após a certeza do seu impedimento, em curso pelo julgamento em andamento” – fazendo referência ao documentário sobre o processo de impeachment que vem sendo filmado no Senado.

Em resposta às acusações da presidenta de que ele teria sido o arquiteto de uma sabotagem ao governo ao longo do último ano, o ex-presidente da Câmara desafiou Dilma a “demonstrar qual foi a pauta-bomba votada e qual projeto do governo não foi votado”.