quinta-feira, 4 de agosto de 2016

De cadeira de rodas, Zagallo emociona ao desfilar com tocha olímpica


Já debilitado pela idade, 84, e frágil saúde, o tetracampeão mundial Zagallo fez questão de conduzir a tocha olímpica, mesmo necessitando usar cadeira de rodas.

O "velho lobo", como é chamado no meio futebolístico, recebeu o símbolo olímpico de seu companheiro de seleção, Carlos Alberto Parreira, na manhã desta quinta-feira, 04, na cidade do Rio de Janeiro. 

Em entrevista ao SporTV, Zagallo, ainda muito lúcido, porém com dificuldades para falar, relembrou da medalha de bronze conquistada em Atlanta e falou da importância do significado de levar a tocha.

Nos Jogos de 1996, o Brasil vencia a Nigéria por 3 a 0, mas acabou levando a virada da equipe africana, que mais tarde se sagrou campeã do torneio vencendo a Argentina por 3 a 2 na grande final.