quarta-feira, 10 de agosto de 2016

Mãe e filho lutam na Justiça para viver romance


Quando tinha apenas 16 anos, Monica Mares teve um filho e o entregou para a adoção. Quase 20 anos depois, eles se reencontraram e inesperadamente, o sentimento que surgiu entre eles foi de amor. Caleb Peterson e a mãe enfrentam a Justiça americana para ficarem juntos, já que eles podem ser condenados a um ano e meio de prisão e multados em equivalente a R$ 17 mil.

“Nós demos as mãos e acabamos nos beijando. E o beijo levou a outras coisas”, declarou a mulher ao Daily Mail, tabloide britânico que divulgou a história. “Parece que eu conheci alguém novo em minha vida e sinto que estou apaixonada por ele”, acrescentou. A mãe acredita que essa situação não estaria acontecendo se Caleb não houvesse sido adotado.

Apesar de a Justiça se recusar a aceitar o casal, eles afirmam que sofrem da chamada atração sexual genética, e que devido a essa rara condição, deveriam ser legalmente aceitos. Alguns familiares aceitam a relação, como é o caso do ex-marido de Monica, Dayton Chavez, que é pai de dois dos nove filhos que a mulher tem. “Eu os apoio. Gostaria que o governo parasse de se meter na vida deles e deixasse eles viverem suas vidas normalmente”, afirmou.

O POVO