quarta-feira, 17 de agosto de 2016

‘Nunca estará tranquilo’, diz Virgolino sobre sistema penitenciário do Rio Grande do Norte


Apesar dos ataques criminosos terem cessado em Natal e em todo o Rio Grande do Norte há cerca de duas semanas depois da chegada do reforço policial através do Exército Brasileiro, o secretário de Justiça e Cidadania (Sejuc) do Rio Grande do Norte, Wallber Virgolino, prefere não garantir tranquilidade total nos presídios potiguares.

Em entrevista ao Portal Agora RN, Virgolino admitiu que a situação está controlada, todavia, não garantiu até quando os presidiários continuarão com bom comportamento, sem realizarem rebeliões, em virtude das instalações dos bloqueadores de rede celular nas penitenciárias do estado.

“Diante de toda a crise pela qual passamos, considero um marco do Estado o fato de não termos tido rebeliões e motins. O que tivemos foi um princípio no PEP que ocorreu já no final das ações da semana passada, em um momento que todos os presos almejavam danificar o equipamento que bloqueia o sinal de telefone celular. Sabemos que sistema penitenciário é sinônimo de tensão e devido a isso nunca podemos dizer que está tudo tranquilo”, declarou.

Virgolino lembrou que a autonomia do controle do sistema penitenciário pertence aos agentes, mas garantiu que o Governo tem tomado as medidas que lhe cabe para que a normalidade volte a reinar definitivamente nos centros de detenção.

“Nós enquanto Governo estamos avançando no quesito de construção e reformas das penitenciárias. Também estamos com um projeto de ressocialização dos detentos e a tendência é melhorar cada vez mais. Vamos mostrar ao Brasil que o nosso sistema merece respeito e, principalmente, que vale o investimento até mesmo da iniciativa privada”, finalizou.