quinta-feira, 11 de agosto de 2016

O fim das campanhas à moda antiga


A época da campanha eleitoral com formiguinhas parece ter chegado ao fim. As campanhas precisarão voltar a ser feitas quase que na porta a porta, com a vantagem da internet que facilitará o processo, mas mesmo assim não será uma tarefa fácil. 

A presença digital de um político não costuma ser conduzida de forma profissional e essa prática precisará ser revista. Geralmente quem produz e atualiza as redes são assessores que pouco conhecem de estratégia de comunicação para engajamento na web. 

O caminho não será a substituição dos mesmos, pois já detém conhecimento político que os qualifica, mas será necessário passarem por um processo de aprendizado que faça com que o trabalho atinja melhores resultados. 

Papel da militância de hoje em campanhas 

A militância de rua é a mesma digital nas redes sociais. O político que não valorizar sua militância ficará para trás. A militância de hoje tem um papel fundamental na campanha, não podendo ser descartada após a vitória. As redes sociais deixarão ela em atividade no dia a dia.