quinta-feira, 11 de agosto de 2016

Preço do combustível não para de subir e postos ficam vazios

O preço do combustível não para de subir mesmo com os postos cada vez mais vazios. Está difícil achar motorista com coragem de encher o tanque. Na comparação de julho deste ano com julho do ano passado, o diesel subiu 7%, a gasolina, 10,5%, e o etanol, 18%.

A explicação para a alta nos preços, mesmo com a queda nas vendas, está no mercado internacional e no câmbio, que é quanto vale o real diante do dólar. A queda nas vendas da gasolina, diesel e etanol é de 3,7%.