segunda-feira, 8 de agosto de 2016

Presos do RN já foram transferidos para outros estados

Os 21 detentos apontados como líderes e mandantes dos ataques ocorridos no Rio Grande do Norte desde a semana passada já foram transferidos para presídios federais de outros estados. Em nota divulgada ontem (7), o Departamento Penitenciário Nacional, do Ministério da Justiça (Depen/MJ), informou que oito deles foram para Porto Velho (RO), oito para Campo Grande (MS) e cinco para Catanduvas (PR).

A transferência, feita pelo governo do estado, foi autorizada por juízes federais e corregedores de cada unidade prisional federal que serviu como destino dos presos. De acordo com o Depen, a operação conduzida por agentes penitenciários, policiais militares e federais começou na manhã do sábado (6) e foi concluída no final da manhã do domingo (7).

Os mais de 100 ataques registrados em 38 cidades do Rio Grande do Norte, incluindo incêndios, disparos contra prédios públicos, depredações e queima de ônibus e micro-ônibus, começaram após a instalação de bloqueadores de celular na Penitenciária Estadual de Parnamirim. Pelo menos 100 pessoas foram detidas, suspeitas de envolvimento com as ações.

No último dia 3, militares do Exército, da Marinha e da Força Aérea foram enviados ao estado para atuar na Operação Potiguar, reforçando o trabalho de policiais locais. O governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria, quer que as tropas continuem no estado até que os bloqueadores de sinal de celular sejam instalados em todas as unidades prisionais.