segunda-feira, 19 de setembro de 2016

A marcha contínua para trás

Vamos terminar mais uma campanha em Japi.

Como antes, do mesmo jeito: Fracionados, divididos, amuados, rancorosos.

Não aprendemos. Por isso estamos nessa merda.

Desculpe-me pelo excesso chulo.

É um desabafo de quem adora Japi de graça; de quem resolveu ficar – não obstante tantos desapontamentos.