terça-feira, 13 de setembro de 2016

Cunha pode ser grande risco para Temer, diz consultoria


A consultoria de risco político Eurasia analisa que o governo Michel temer corre um “grande risco” com a perspectiva de cassação do deputado afastado e ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ), cuja sessão de votação pela perda do mandato será realizada na noite desta segunda-feira (12). O risco, segundo a Eurasia, está na possibilidade de Cunha, uma vez cassado, negociar uma delação premiada no âmbito da Operação Lava Jato, o que derrubaria as bases do governo do peemedebista.

Segundo os analistas Christopher Garman, João Augusto de Castro Neves e Filipe Gruppelli Carvalho, o parlamentar mentiu sobre o fato de não receber propinas originárias de desvios na Petrobras, mas também de ter negado possuir contas no exterior. O relatório da Eurasia destaca, ainda, que Cunha protelou ao máximo o processo sobre sua cassação, além de ter deflagrado o impeachment da presidente eleita Dilma Rousseff “para tirar atenção de seus próprios problemas legais”. Em maio, o Supremo Tribunal Federal (STF) destituiu o parlamentar da presidência da Câmara.