quinta-feira, 15 de setembro de 2016

Defesa terá de provar que Lula é míope e bobo


A defesa de Lula se autoimpôs uma missão irrealizável. Para refutar a acusação de que seu cliente era “o comandante máximo” do petrolão, os advogados de Lula se esforçam para provar que aquele ex-operário que chegou à Presidência como um mito e deixou o Planalto como um recordista de popularidade era, na verdade, um míope meio bobo —indigno dos milhões de votos que o elegeram duas vezes.

Os defensores de Lula optaram por uma linha desconstrutiva. É como se tentassem livrar Lula de suas culpas imolando-o. A grandeza de sua vista curta o impediu de enxergar a roubalheira que se implantou sob suas barbas. A doce ingenuidade de sua alma não permitiu que Lula constatasse que o patriotismo dos aliados era movido a propinas.

Por Josias de Souza