sexta-feira, 23 de setembro de 2016

Grupo faz reféns, atira em batalhão da PM e ataca banco em Cuité


Pelo menos 20 homens armados participaram de um assalto a uma agência bancária na cidade de Cuité, no Curimataú paraibano, na madrugada desta sexta-feira (23). Segundo as primeiras informações da Polícia Militar, o grupo fez reféns e ainda atirou contra a sede do 9° Batalhão da PM. Ninguém ficou ferido. A ação durou cerca de 40 minutos.

O sargento Walter Vitorino contou que o grupo estava em vários carros e chegou na cidade atirando para cima por volta das 2h45. Pessoas que tinham acabado de participar de um comício foram feitas reféns e usadas como escudo humano enquanto os criminosos disparavam contra o prédio do batalhão.

“Dez homens ficaram aqui na frente do batalhão e atiraram várias vezes. Nós não pudemos revidar porque eles usaram pessoas como reféns e as colocaram exatamente na linha do revide. Ficamos sem poder fazer nada e apenas aguardamos eles terminarem a ação”, contou o sargento Vitorino.

Ainda de acordo com a polícia, outra parte do grupo invadiu a agência bancária, que fica a 2 km do batalhão, e detonou explosivos. A primeira informação é que o grupo levou um cofre que tinha sido abastecido por um carro-forte na quinta-feira (23). Na fuga, os criminosos espalharam grampos pela rodovia.

A PM encontrou uma caminhonete Nissan Frontier abandonada pelos assaltantes. O veículo, segundo a polícia, tinha sido roubado recentemente em Campina Grande. O grupo fugiu em direção a cidade de Japi, no Rio Grande do Norte, e até as 6h30 nenhum suspeito foi localizado.