quinta-feira, 15 de setembro de 2016

MPF denuncia primeira mulher pela morte de três militantes na ditadura

A primeiro-tenente da PM Beatriz Martins, a agente Neuza, e o sargento Ovídio Carneiro de Almeida, o agente Everaldo, e o informante do Exército João Henrique Ferreira de Carvalho, o Jota, foram denunciados ontem pelo MPF pelas mortes de três militantes da Ação Libertadora Nacional (ALN). Neuza é a primeira mulher e Jota o primeiro informante denunciados pelo MPF por causa de assassinatos ocorridos no regime militar.