sábado, 24 de setembro de 2016

Praia da Redinha está imprópria para o banho

O resultado da balneabilidade das praias do Rio Grande do Norte, realizado pelo Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN), em parceria com Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (Idema), mostrou que a Praia da Redinha está imprópria para o banho. O estudo divulgado nessa sexta-feira (23) apontou ainda que a Foz do Rio Pirangi, em Nísia Floresta, também apresentou problemas para balneabilidade.

A análise faz parte do Programa Água Azul e possui validade de sete dias. A classificação é realizada com base na quantidade de coliformes fecais encontrados na água das praias monitoradas, conforme estabelecido por uma resolução do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama).