segunda-feira, 12 de setembro de 2016

Realidade econômica mostra que sem reforma da Previdência, país deve empobrecer

O Brasil se tornará um país envelhecido e pobre nas próximas décadas se não avançar com urgência na reforma do regime de aposentadorias e melhora da qualidade da educação.

O prazo para mudanças está ficando mais curto porque o chamado bônus demográfico — em que o grupo de pessoas em idade para trabalhar cresce mais rapidamente que o número de idosos e crianças — deve acabar até o ano 2030.

Esse período em que a demografia era favorável ao crescimento econômico começou nos anos 1970.

Nascidos na explosão populacional nas décadas de 1950 e 1960 chegaram ao mercado de trabalho e, entre 1980 e 2010, a população de 15 a 59 anos saltou de 56% para 65% do total.

O fenômeno elevou a geração de renda para assistir crianças e idosos.

Houve também a expansão da poupança e da capacidade de investimento.