quarta-feira, 26 de outubro de 2016

Agripino: o momento é de votar as “10 medidas contra a corrupção”


O presidente nacional do Democratas, José Agripino (RN), defendeu que o Senado Federal aprecie as 10 medidas contra a corrupção e deixe para outro momento a lei de abuso de autoridade. Durante sessão não deliberativa nesta terça-feira (25), o parlamentar pelo RN comentou a operação da Polícia Federal (PF) na Casa, na última sexta-feira (21), em que computadores foram apreendidos e policiais legislativos presos. Para ele, a imagem do Senado ficou maculada e é preciso esclarecer os fatos.

”A imagem da Casa ficou profundamente maculada e, por isso, é preciso que todos nós, não só o presidente, nos manifestemos”, afirmou. “Está na hora de apreciar o projeto de lei dos dez pontos contra a corrupção. Essa é a atitude que temos a obrigação de tomar. Não a de colocar como prioridade de pauta a apreciação da proposta do abuso de autoridade porque isso pareceria, neste momento, uma retaliação ao fato que acabou de acontecer”, destacou Agripino.

O presidente nacional do DEM defendeu ainda que o Senado promova audiências públicas antes de apreciar a lei de abuso de autoridade. “A questão do abuso de autoridade é para ser discutida e apreciada após uma série de audiências públicas sobre o tema, exatamente como está sendo feito com as ’10 medidas contra a corrupção’, na Câmara. É preciso debater a fundo, ouvir o contraditório a fim de formular um texto maduro, sensato, bem-acabado, para que a sociedade interaja com o pensamento do Congresso”, frisou.