quarta-feira, 12 de outubro de 2016

BNDES suspende financiamentos a empreiteiras envolvidas na Lava Jato


O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) anunciou nesta terça-feira (11) a suspensão de pagamento de US$ 4,7 bilhões para 25 contratos de financiamento no Exterior de empresas de engenharia e construção investigadas pela Operação Lava Jato. A medida atendeu à ação civil pública movida pela Advocacia-Geral da União (AGU).
Publicidade

Os projetos suspensos pelo BNDES envolvem financiamentos para exportações de serviços de engenharia das empresas Odebrecht, OAS, Queiroz Galvão, Camargo Corrêa e Andrade Gutierrez para países como Argentina, Cuba, Venezuela, Guatemala, Honduras, República Dominicana, Angola, Moçambique e Gana.
Ao todo, 47 contratos do banco com as construtoras serão revisados, num total de US$ 13,5 bilhões em financiamentos. Desses, 25 projetos já estavam contratados, num total de R$ 7 bilhões – dos quais US$ 2,3 bilhões já haviam sido liberados antes da suspensão.