sábado, 8 de outubro de 2016

Boliviano reclama e pede para Neymar “respeitar rivais e ser menos exibido”


O boliviano Yasmani Duk, responsável pelo corte no supercílio direito de Neymar, reclamou da conduta do brasileiro durante a partida da última quinta-feira, pelas eliminatórias da Copa do Mundo de 2018. Ele, no entanto, disse que não teve a intenção de acertar a cotovelada.

– Neymar vinha provocando todos no jogo, mas minha intenção era apenas cortar uma jogada, como deve ser no futebol. Todos sabem que o esporte é assim, a mim me quebraram o nariz e não disse nada. Para ser o melhor do mundo ele tem que deixar de ser exibido e respeitar os seus rivais.

Duk argumentou que o ato de abrir o braço foi natural, na tentativa de impedir que Neymar lhe driblasse.

– O futebol é um esporte de contato, vou tentar tirar a bola porque venho lendo a jogada, ele queria me dar uma caneta e então abri o braço. Não me dei conta da cotovelada, nunca fui mal-intencionado, mas infelizmente aconteceu.

O corte aconteceu aos 19 minutos do segundo tempo na goleada por 5 a 0 (o Brasil já vencia por 4 a 0 na ocasião). Neymar ficou em campo apenas mais alguns minutos e acabou substituído por Willian. Suspenso, ele foi liberado pelo técnico Tite para descansar.

Globo Esporte