segunda-feira, 10 de outubro de 2016

Confira o desempenho dos partidos nas eleições municipais no RN


O pleito eleitoral deste ano possibilitou que partidos pequenos saíssem vitoriosos da disputa em alguns municípios. Dos 20 que, a partir de janeiro de 2017 irão assumir a chefia de Prefeituras Municipais, oito o fazem pela primeira vez. É o caso do PHS, que venceu nas cidades de Gov. Dix-Sept Rosado e Porto do Mangue; o PRB, que elegeu prefeitos em Galinhos, Parnamirim, São Rafael e Venha-Ver; o PROS, nos municípios de Jucurutu e Campo Redondo; em Pureza, o PRP; na cidade de Antônio Martins, o PRTB; em Jaçanã e Janduís, o PSOL; o SD, em Guamaré e Caiçara do Norte, e o PTN em Serrinha e Santo Antônio.

Alguns partidos, diante da pulverização do pleito deste ano, perderam representatividade na titularidade de Prefeituras Municipais. O Partido dos Trabalhadores (PT), por exemplo, saiu de seis eleitos em 2012 nas cidades de Ipanguaçu, Ouro Branco, Parelhas, Pureza, Serra Negra do Norte e Serrinha dos Pintos para dois este ano: se manteve em Ouro Branco e elegeu prefeito em Currais Novos. Dos oito prefeitos eleitos há quatro anos, o PMN não conseguiu reeleger nenhum domingo passado.

O mesmo ocorreu com o PV, que fez dois prefeitos em 2012, mas nenhum deles se reelegeu. O PSB perdeu 75% das Prefeituras que comandava. O PR caiu de 18 para 13 Executivos Municipais; o PP de oito para quatro; o PPS de duas para uma e o DEM de 24 para 16.

“Nós ganhamos eleições em municípios polo e em outros municípios, como sigla e como aliança. Com as alianças, o desempenho do Democratas foi absolutamente satisfatório. Como partido político, teve desempenho à altura da expectativa”, declarou o presidente estadual do DEM, senador José Agripino. O presidente estadual do PSB, o deputado estadual Rafael Motta, não quis comentar os números. Da mesma forma agiram os presidentes estaduais do PR, João Maia, e do PT, Eraldo Paiva. Os presidentes estaduais do PDT, Carlos Eduardo Alves, e do PMDB, Henrique Eduardo Alves, também não comentaram o desempenho das legendas que presidem. O PDT se manteve com duas Prefeitura, incluindo a de Natal, e o PMDB com 41. O PTB se manteve com uma.

Legendas como o PC do B registraram vitória de filiados em três municípios onde disputava a chefia do executivo municipal no Rio Grande do Norte. Em 2012, o partido se sagrou vitorioso somente em uma cidade potiguar.

O PSD cresceu de 22 para 52 Prefeitura Municipais, mas não obteve destaque nos quatro maiores colégios eleitorais. O presidente estadual da legenda, o deputado federal Fábio Faria, afirmou que avalia o resultado de “maneira bastante positiva” e que “quanto maior o desafio é maior a responsabilidade e capacidade de superação”.

O PSDB saiu de três para 10 Prefeituras e, do ponto de vista do presidente estadual, o deputado federal Rogério Marinho, o resultado fortalece o partido e demonstra que a legenda está mais próxima do pensamento da maior parte da população brasileira.