sábado, 29 de outubro de 2016

Divulgação de e-mails pode complicar campanha eleitoral de Hillary Clinton


A candidata à Presidência dos Estados Unidos, Hillary Clinton, inicia este sábado (29) um dos momentos mais delicados de sua trajetória desde o início da campanha eleitoral. Ela terá de dar explicações sobre o anúncio, feito ontem (28) pelo FBI (Polícia Federal norte-americana), da análise de um novo lote de mensagens de e-mail que “parecem ser pertinentes” a uma investigação anterior, sobre o uso, por Hillary Clinton, de um servidor privado para enviar e receber informações classificadas como de uso restrito do governo.

O conteúdo dos novos e-mails e a sua classificação, se são assuntos secretos ou não, deverá dominar os debates entre os candidatos nos dias que restam para as eleições, marcadas para 8 de novembro. Na investigação anterior, encerrada em julho deste ano, o FBI examinou a utilização de um servidor privado, por Hillary Clinton, na época em que era secretária de Estado, para enviar e receber mensagens oficiais do governo norte-americano. Hillary foi secretária de Estado no período de 2009 a 2013.