segunda-feira, 10 de outubro de 2016

Em discurso, Fábio Faria defende vaquejadas com medidas que protejam os animais


O deputado federal Fábio Faria (PSD) levou nesta segunda-feira (10) à Câmara Federal a preocupação com o possível fim das vaquejadas, atividades tradicionais na região nordestina, que também se manifestam em outras partes do país. Vários parlamentares do Nordeste têm utilizado o tempo no plenário para defender a regulamentação da prática, depois dela ter sido considerada inconstitucional em decisão do Supremo Tribunal Federal.

“Só no Rio Grande do Norte, 50 mil empregos diretos e indiretos podem ser prejudicados sem as vaquejadas. No Nordeste, 600 mil. Temos nas cidades potiguares uma média de 400 eventos do tipo por ano, que movimentam, na economia local, milhões de reais”, ressaltou. “Defendo essa prática desde que existam as devidas medidas para proteção aos animais, que não podem ser penalizados”.

O parlamentar também destacou a vaquejada como um importante evento cultural, uma tradição no Nordeste que, segundo ele, deve ser preservada. “Deixo aqui todo o meu apoio aos vaqueiros, adeptos e defensores da prática. Vamos nos unir para reverter a decisão, vamos nos mobilizar”, finalizou Fábio Faria, informando sobre os atos que acontecem em Natal e Brasília nesta terça-feira (11), em prol da regulamentação das vaquejadas.