quarta-feira, 19 de outubro de 2016

Espanha aprova licença-paternidade de quase quatro meses


O Parlamento espanhol aprovou a extensão da licença-paternidade no país de 13 dias para 16 semanas. Quando implementada, a medida igualará as licenças concedidas a homens e mulheres após o nascimento de seus filhos.

Atualmente, os pais têm direito a até 13 dias consecutivos de licença, seja pelo nascimento ou adoção de um novo filho, além de mais dois dias para presenciar o próprio nascimento. Essa licença ainda pode ser ampliada para 20 dias se a família for grande (três ou mais crianças) ou se a criança nascer com algum tipo de deficiência.