sábado, 8 de outubro de 2016

Fim de mandato tem exonerações e mais cortes em prefeituras

Final de ano será de muito mais arrocho em dezenas de prefeituras no RN. Principalmente, naquelas em que o prefeito não se reelegeu ou não fez o sucessor.

Duas explicações para apertar o “cinto”: Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) e dificuldade real de cobertura dos compromissos no final de ano.

Abundam as portarias com exonerações e o quadro deverá ser esse nos próximos dias e semanas.

As contas não fecham e a corrida é contra o tempo também.

Em alguns casos, fala-se até em “caça às bruxas”, àqueles eleitores infiéis.

Mais do que isso: é questão de matemática mesmo.