quarta-feira, 19 de outubro de 2016

Homem tem pênis removido após membro ficar preso em garrafa durante 4 dias


Médicos em Honduras afirmaram ter removido o pênis de um paciente de 50 anos. O membro passou quatro dias preso em uma garrafa que foi usada como brinquedo sexual. De acordo com o urologista Dr. Dennis Chirinos (foto de capa), que cuidou do caso, o homem teria chegado ao hospital com o órgão “completamente necrosado”, de modo que teve de ser removido.

Segundo informações do jornal Daily Mail, entende-se que ele estaria tentando “aliviar a frustação sexual”, porque não tinha namorada ou esposa. No entanto, após a cirurgia, será incapaz de ter relações sexuais novamente.

Como não procurou atendimento médico imediatamente, seu pênis “ficou preto” por conta da necrose, de acordo com Dr. Chirinos. O médico ainda descreveu o caso como “estranho”, mas admitiu que já havia visto incidentes semelhantes.

“Ele não tinha uma namorada ou uma esposa e queria aliviar sua frustração sexual. Então, colocou seu pênis em uma garrafa e isso causou a morte e necrose do mesmo. Quando chegou aqui quatro dias depois, tivemos que amputar o órgão porque estava completamente morto”, disse Dr. Chirinos.

Ele explicou ainda, que ao colocar o pênis em uma garrafa, ocorre uma constrição nos vasos sanguíneos e, possivelmente, dentro de quatro horas o órgão pode ser perdido. Ainda, embora o paciente em questão tenha perdido a uretra, o médico disse que ele será capaz de urinar.

“Não havia outra escolha, senão removê-lo completamente”, disse. “Não foi apenas o caso dos tecidos terem morrido, estava completamente preto e entrou em decomposição. A necrose era muito grave”.

De acordo com o periódico local, La Prensa, o médico também alertou os homens sobre a questão da higiene íntima, afirmando que o pênis deve ser limpo, pelo menos, três vezes por dia para evitar infecções.