domingo, 30 de outubro de 2016

Mais de 7 mil pequenas e micro empresas vão poder parcelar dívidas de R$ 225 milhões no RN

As novas mudanças no Simples Nacional deu fôlego as pequenas e micro empresas do País como a ampliação do teto de faturamento para microempreendedores individuais e a ampliação do prazo de parcelamento de dívidas tributárias de micro e pequenas empresas de 60 para 120 meses.

Somente no Rio Grande do Norte, são 7.517 empresas inadimplentes, cujos débitos somam mais de R$ 225,4 milhões. Atualmente, 141,9 mil empresas potiguares são optantes do Simples.

As novas regras para quitação dos débitos entram em vigor logo após a regulamentação, que será feita em até 90 dias pelo Comitê Gestor do Simples Nacional (CGSN), vinculado à Receita Federal. Cerca de 600 mil micro e pequenas empresas devem R$ 21,3 bilhões para a Receita Federal.

O projeto Crescer sem Medo virou lei com a sanção do presidente Michel Temer nesta quinta-feira (27). Empresários e representantes do setor produtivo do estado comemoram alterações no Simples.