segunda-feira, 17 de outubro de 2016

Por traição, máfia se oferece para cortar as pernas de jogador da Inter de Milão


Mauro Icardi está na mira da máfia argentina. Para quem não sabe, o jogador da Inter de Milão “roubou” a namorada do compatriota e então melhor amigo Maxi Lopez, que jogou no Grêmio e que atualmente está no Torino, e a traição não fui muito bem aceita pelos argentinos.

De acordo com a “Radio 10” e o diário “Olé”, Maxi recebeu uma oferta de mafiosos do país de cortar as duas pernas de Icardi, prejudicando, assim, sua carreira como jogador de futebol. Maxi não quis saber de conversa e rejeitou a ideia, mas ainda assim recebeu um cartão de visitas com um contato, caso mudasse de ideia.

Maxi Lopez e Mauro Icardi eram muito amigos quando jogavam juntos na Sampdoria, da Itália. A amizade se transfomou em traição quando o atual atacante da Inter de Milão começou a ter um caso com Wanda Nara, que era a mulher de Maxi Lopez. Icardi e Wanda estão juntos até hoje.

A fama de Icardi não é boa entre os atletas, torcedores e mídia argentina. O ex-jogador Maradona, por exemplo, já assumiu que “socaria a cara” do atacante se o episódio da traição tivesse ocorrido com ele.