sexta-feira, 14 de outubro de 2016

Redução da gasolina favorece o combate à inflação, diz ministro da Fazenda, Henrique Meirelles


O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, afirmou, nesta sexta-feira, que a decisão da Petrobras de reduzir os preços da gasolina e do diesel é favorável do ponto de vista da inflação. Ele elogiou ainda o fato de a estatal ter autonomia para fixar esses valores sem influência do Executivo.

— É uma grande mudança que os preços de gasolina e do diesel deixaram de ser definidos pelo Executivo tendo em vista outros objetivo de política econômica. O importante é que agora a Petrobras fixa seus preços — disse ele, alfinetando a gestão da Petrobras no governo da ex-presidente Dilma Rousseff, quando o Palácio do Planalto intervinha na fixação dos preços da estatal.

— Neste caso, a decisão (da Petrobras) é favorável do ponto de vista da inflação — disse Meirelles.

O ministro afirmou ainda que a atual política de gestão da Petrobras respeita a realidade do país e seus acionistas:

— Uma das características mais importantes dessa política econômica é respeitar a realidade. Ela tem que seguir a política de uma empresa que tem responsabilidade com seus acionistas e com o país no sentido de ser viável e de cumprir suas obrigações.