quinta-feira, 6 de outubro de 2016

Toyota lança Kirobo, o robô para motoristas solitários


O robô ganhou vida no Japão esta semana e ainda não sabemos se é uma ideia muito fofa ou muito estranha: o Kirobo Mini é um “autômato” de 10 centímetros, que cabe na palma da mão (sua posição habitual é sentado, para ser colocado sobre o painel do carro) e serve como companheiro para motoristas solitários.

Este brinquedo-robô vai custar 39.800 ienes (R$ 1.260 limpos), com o extra de 300 ienes (quase R$ 10) da assinatura mensal do aplicativo, e poderá ser comprado nas lojas da Toyota de Tóquio e de Aichi a partir dos últimos meses do ano. Ainda não há previsão de vendas fora do Japão.

Ele é capaz de conversar com o motorista e reagir aos seus gestos e expressões faciais. Equipado com processador dotado de inteligência artificial, câmera e sintetizador de voz, pode “adaptar seus gestos e tom de voz à conversação e ainda deixar a comunicação mais interessante ao piscar e olhar para a pessoa com quem está falando”, segundo a própria Toyota.

Conexão Bluetooth permite que o Kirobo se ligue ao smartphone do motorista. Além disso, o app do Kirobo grava rotas preferidas, hábitos do condutor e com isso permite ao robô fazer sugestões. Como também pode ser conectado à rede de casa, o Kirobo é até capaz de dizer se o motorista está longe de chegar (por estar preso no trânsito, por exemplo) e dizer palavras de alento ou escolher músicas mais relaxantes.

Pode até parecer bobagem para alguns, sobretudo no Ocidente, mas este tipo de interação homem-máquina é mais bem aceito no Japão e pode facilitar o caminho para o uso de carros autônomos. Há projeto para que Tóquio tenha uma ampla frota de carros autônomos circulando já durante as Olimpíadas, em 2020.