quinta-feira, 17 de novembro de 2016

A arte de ter razão na campanha dos EUA


Donald Trump, pelo visto, usou o paroxismo da dialética erística (a arte de ter razão a qualquer custo) para vencer as eleições nos EUA.

Depois das urnas vitoriosas… o lero é outro.

Nem tudo que ele disse – e prometeu – precisa ser levado a sério.

O imprescindível era vencer.

Feio era perder!

Lá, como cá, tudo muito parecido!