sexta-feira, 25 de novembro de 2016

Americanos dão mais um passo para terapia contra infecção por zika


Um grupo de cientistas americanos deu mais um passo no desenvolvimento de uma terapia para o tratamento de zika, de acordo com um estudo publicado nesta quinta-feira, 24, na revista científica “Nature Communications”. Os pesquisadores descobriram o mecanismo pelo qual um anticorpo humano chamado C10 consegue evitar a infecção pelo vírus em nível celular.

Os cientistas já haviam identificado anteriormente que o anticorpo C10 reage com o vírus da dengue e, depois, descobriram que ele é um dos mais potentes para neutralizar a infecção por zika. No novo estudo, os pesquisadores deram um passo adiante ao determinar como o C10 é capaz de evitar que o zika infecte as células humanas.