sexta-feira, 4 de novembro de 2016

Claudia Leitte recorre para evitar devolução de R$ 1,2 milhão ao Ministério da Cultura


Segundo informações do G1, a cantora Claudia Leite entrou com recurso contra a decisão do Ministério da Cultura (MinC) de que sua empresa devolva R$ 1,2 milhão aos cofres públicos. O MinC alega que a verba para a realização de shows através da Lei Rouanet foi usada de forma irregular. Sua produtora, Ciel, não teria cumprido regras legais de distribuição e venda de ingressos dos shows.

A exigência da devolução foi publicada no Diário Oficial da União no dia 20 de outubro. A cantora tinha 10 dias para decidir entre duas opções previstas na Lei Rouanet: recorrer da decisão ou fazer o pagamento, dividido em até 12 parcelas. O assessor de imprensa de Claudia Leitte informou ao G1 que ela já enviou o pedido de recurso e negou as irregularidades.

O MinC explicou que as contas foram reprovadas, uma vez que a turnê não realizou ações de “democratização de acesso”, que requisitos para contemplatação da lei. A produtora vendeu entradas mais caras do que foi acordado e não provou a distribuição de 8,75% de ingressos combinados a alunos de escolas públicas e entidades de assistência social. Esta distribuição gratuita foi prometida no projeto ao MinC.