terça-feira, 15 de novembro de 2016

Com lei já em vigor, Temer e Petrobras apostam na abertura do pré-sal ao capital estrangeiro

No mesmo dia em que o mundo digeria a eleição de Donald Trump como presidente dos Estados Unidos, a Câmara dos Deputados do Brasil concluiu a votação do Projeto de Lei 4567/16, que muda as regras de exploração do pré-sal e abre espaço para a entrada de novos competidores ao lado da Petrobras na reserva.

O texto, que já passou pelo Senado em fevereiro e deve ser sancionado agora pelo presidente Michel Temer, termina com a obrigatoriedade de a Petrobras, mergulhada em uma profunda crise, participar nos próximos blocos a serem leiloados.

A partir de agora a petroleira poderá escolher os projetos nos quais quer participar, mas não é obrigatório que ela esteja em todos os blocos de exploração.

Entenda quais serão as mudanças e como devem afetar o setor.